Semagro comandará força tarefa para auxiliar granjas avícolas na adequação as novas normas do MAPA

Categoria: Avicultura | Publicado: quinta-feira, janeiro 25, 2018 as 16:40 | Voltar

Campo Grande (MS) - Com a proximidade do fim do prazo para adequação das granjas avícolas as exigências do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicadas na instrução normativa IN 08 que traz novas regras de adequações sanitárias que devem ser cumpridas pelas granjas com atividade comercial, para o registro junto a Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), o Secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck e o Superintendente de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar, Rogério Beretta e o Diretor Presidente da Iagro, Luciano Chiochetta, reuniram-se com representantes das Associações de avicultores do Estado e das empresas integradoras, técnicos da Semagro e da Iagro além de representantes do Ministério e da diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) para fazer um balanço sobre o andamento do cumprimento da demanda.

Segundo levantamento apresentado pela Agência, hoje, em Mato Grosso do Sul, mais de 80% das aves abatidas são oriundas de granjas que já possuem o registro, mas o numero de unidades ainda chama a atenção e preocupam o Governo do Estado, por se tratarem principalmente de unidades de menor porte. “Na busca por garantir a biossegurança da avicultura do Estado, o Governo tem todo interesse em trabalhar para que o máximo de granjas consiga se adequar. Depois de intensificar as ações da agência, é momento de verificarmos quais são os principais problemas enfrentados pelos que ainda não se adequaram e buscar soluções conjuntas”. Completou.

Força tarefa iniciará as visitas na próxima semana

A sugestão apresentada pelo Secretário Jaime foi à imediata formação de uma força-tarefa para verificação in loco dos problemas enfrentados pelas granjas que ainda não conseguiram realizar as adequações e protocolar o pedido de registro junto a Iagro.

Considerando que a data limite para que os aviários façam o pedido de registro junto à agência, termina no dia 03 de março, e observados esses números, o Secretário e o grupo se debruçaram nos relatos vindos da indústria e do representante da associação dos avicultores, para buscar entender melhor essas dificuldades e traçar uma estratégia para embasar ainda mais a comitiva que deve começar a visitar as unidades já na próxima semana.

Para o presidente da Avimasul (Associação dos Avicultores de Mato Grosso do Sul), que também é Presidente da Câmara Setorial da Avicultura do Estado, Adroaldo Hoffman, que ainda no inicio do encontro interpelou ao Secretario por mais prazo, a ideia de formar uma força tarefa e realizar diligencias em algumas das granjas demonstra o comprometimento do Governo do Estado e sua real disposição em garantir que todos tenham oportunidade de se adequar e não tenham que abandonar a atividade.

A formação da força tarefa foi sugestão do Secretário Jaime

Aproveitando o encontro o Secretário Jaime comentou sua participação na reunião dos Secretários Estaduais de Agricultura onde a IN 08 entrou em pauta, ressaltando que não observou sinais de que o possa haver a prorrogação do prazo.

FCO para a Avicultura

O Secretário Jaime comentou ainda que na primeira reunião do Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO de 2018, foram aprovados R$ 14,281 milhões em financiamento para novos aviários que deverão ser instalados em Dourados e Ivinhema. “As linhas de crédito tem sido amplamente utilizadas para construção, reforma e adequação de aviários”, completou.

Dados regionais – Mato Grosso do Sul abateu em 2017 (segundo dados da Iagro) 150 milhões de cabeças de frango, e ocupa a 8ª colocação nacional em número de abates. Os municípios com maior rebanho são: Sidrolândia, Dourados, Terenos e Itaquirai.

 

Kelly Ventorim

Publicado por: Iza Olmos Rodrigues de Lima

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.