Iagro compartilha experiência com Agência de Agrodefesa de Goiás

Categoria: Geral | Publicado: quinta-feira, fevereiro 4, 2016 as 10:13 | Voltar

Campo Grande (MS) – A experiência de Mato Grosso do Sul em relação aos procedimentos realizados diante dos casos de febre aftosa ocorridos no ano de 2005 foram importantes para a participação da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) em eventos nacionais e internacionais promovidos por órgãos de defesa sanitária.

O convite mais recente foi feito para o gerente de Defesa Sanitária Animal da Iagro, Rubens de Castro Rondon, que será consultor e posteriormente avaliador em curso de emergência sanitária para enfermidades vesiculares, em Goiás.

Voltado aos profissionais do serviço de agro defesa daquele Estado, o curso que acontecerá de 28 de fevereiro a 05 de março e dará ênfase à febre aftosa, visando aprimorar os conhecimentos do Grupo Especial de Atenção a Enfermidades Exóticas e Emergenciais (GEASE).

Em Goiânia, Rubens, que já esteve em Boa Vista (RR) e Cananéia (SP) palestrando sobre a doença, fará cinco palestras de temas diretamente relacionados aos objetivos do curso e ainda trabalhará com os participantes em aula prática a campo onde irá demonstrar a maneira correta de coleta, acondicionamento e envio de material para diagnóstico laboratorial da enfermidade.

Aftosa em MS

Com relação à febre aftosa em Mato Grosso do Sul, a boa noticia é que o Estado não registrou nenhum caso desde então e que, ainda no primeiro semestre deste ano, uma missão da União Europeia deve fazer uma visita para verificar a possibilidade de reincluir a região de fronteira do Estado (antiga Zona de Alta Vigilância – ZAV) a região de planalto, retirando algumas barreiras sanitárias, que ainda limitam o comercio de gado naquele local.

Kelly Ventorim – Sepaf

Publicado por: Iza Olmos Rodrigues de Lima

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.