Quem somos

Criada pelo Decreto-Lei nº 9, de 1º de janeiro de 1979, sob a denominação de Departamento de Inspeção e Defesa Agropecuária de Mato Grosso do Sul (Iagro), pela Lei nº 2.152, de 26 de outubro de 2000  recebeu a atual denominação: Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro).

 

A Iagro  é uma autarquia, com sede e foro na Capital do Estado, vinculada à Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (SEMAGRO) e por ela supervisionada, nos termos da Lei nº 4.640, de 24 de dezembro de 2014, e suas alterações, com personalidade jurídica de direito público, patrimônio próprio, autonomia técnica, administrativa e financeira, e prazo de duração indeterminado, nos termos da lei.

A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal tem por finalidade:

  1. Executar políticas públicas de educação, saúde, fiscalização e inspeção para fim de promover, manter e recuperar a sanidade animal e vegetal, a qualidade de seus produtos e subprodutos por meio da defesa sanitária, do controle, da fiscalização e da inspeção dos produtos e subprodutos de origem agropecuária, da fiscalização dos insumos agropecuários e das atividades de biossegurança, para assegurar a saúde humana.
  2. Cumprir e fazer cumprir as obrigações operacionais delegadas pelo Poder Executivo, de que trata a legislação referente à proteção à saúde dos animais e vegetais e do controle e inspeção de produtos, bens e serviços agropecuários, processos e tecnologias alcançados pelo sistema de atenção à sanidade agropecuária.

É investida de autoridade de defesa agropecuária do Estado de Mato Grosso do Sul, priorizando a promoção, manutenção e recuperação da saúde dos animais e vegetais e dos aspectos qualitativos dos produtos agropecuários deles derivados, em especial aos atributos de inocuidade, com atividades preventivas pela qualidade e pela defesa dos direitos difusos do consumidor, sendo-lhe assegurada as demais prerrogativas necessárias ao exercício adequado de suas atribuições de acordo com o DECRETO Nº 14.053, DE 1º DE OUTUBRO DE 2014.

 

 

 

ÓRGÃO DE DIREÇÃO GERENCIAL SUPERIOR

Diretor Presidente

Luciano Chiochetta – Fiscal Estadual Agropecuário e Médico Veterinário

 

Diretor Gerencial e Assessoramento

Roberto Bueno – Fiscal Estadual Agropecuário e Médico Veterinário

 

ÓRGÃOS DE ASSESSORAMENTO

 Procuradoria Jurídica

 Gustawo Tolentino – Procurador de Entidade Pública

Rita de Cássia Echeverria – Procurador de Entidade Pública

Maria Emilia Bastos Mendes – Assessora Jurídica

Telma de Souza Barros – Assessora Jurídica

Sirley Pinheiro Gonçalves Tenório – secretária

 

Coordenadoria do Sistema de Gestão da Qualidade

Patricia Maria Ribeiro de Campos Pereira – Fiscal Estadual Agropecuário, Médico Veterinária e          Administradora

Talita Garcia Costa – Fiscal Estadual Agropecuário e Médico Veterinária

Marcus Vinícius Ângelo – Agente de Serviços Agropecuários e Administrador

 

ÓRGÃOS DE GERÊNCIA OPERCAIONAL

 

Gerência de Inspeção e Defesa Sanitária Animal – GIDSA

Rubens de Castro Rondon – Fiscal Estadual Agropecuário e Médico Veterinário

Gerência de Inspeção e Defesa Sanitária Vegetal – GIDSV

Felix Rebouças da Silva Castro – Fiscal Estadual Agropecuário e Engenheiro Agrônomo

 

 Gerência de Laboratórios e Certificação – GLC

Veronique Micheline Claude Louvet Cortada – Fiscal Estadual Agropecuário e Médica Veterinária

 

Unidades Regionais e Unidades Locais

Descrito em: “Onde estamos”

 

ÓRGÃOS DE GESTÃO INSTITUCIONAL

Gerência de Administração e Finanças – GAF

Veronique Micheline Claude Louvet Cortada – Fiscal Estadual Agropecuário e Médica Veterinária

 

Horário de funcionamento:

Segunda a Sexta-feira das 7:30 às 11:30 horas.

* Segunda a Sexta-feira das 7:30 às 17:30 horas nos seguintes locais:

Nas Unidades Locais de:

  • Aquidauana
  • Campo Grande
  • Corumbá
  • Coxim
  • Dourados
  • Mundo Novo
  • Navirai
  • Nova Andradina
  • Ponta Porã
  • Três Lagoas

 

Nos Laboratórios  (LADDAN, LABSOLOS, LASO*)

      *LASO – atualmente encontra-se com suas atividades suspensas.