Governo do Estado oferecerá pós-graduação em Educação Sanitária a técnicos da Iagro, através de parceria com IFMS

Categoria: DEFESA SANITÁRIA | Publicado: quarta-feira, dezembro 19, 2018 as 16:45 | Voltar

Campo Grande (MS) – A Iagro oficializou na manhã desta terça-feira (19) uma parceria com o Instituto Federal de Mato Grosso do Sul para realização de um curso de pós-graduação latu sensu em Educação Sanitária e Comunicação em Agropecuária, especifico para servidores da agência. A assinatura aconteceu na Sede do Instituto, em Campo Grande, na presença do Reitor do Instituto, Luiz Simão Stacszcazak, membros de sua equipe, do Secretário Adjunto da Semagro, Ricardo Senna, o Diretor Presidente da Iagro Luciano Chiochetta e a Chefe da Divisão de Educação Sanitária da Iagro, Terezinha Cléa Signorini Feldens.

A ideia, a princípio, é oferecer qualificação a pelo menos 90 técnicos, visando o alinhamento com as atividades propostas pelo Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), que prevê a retirada da vacinação conta a febre aftosa até 2023 e mudanças no sistema de trabalho das equipes. Além disso, as atividades propostas também buscarão aperfeiçoar a qualidade dos serviços já prestados quando das visitas, encontros com produtores e trabalhos de campo e palestras, e das ações paralelas como as entrevistas para emissoras de TV e rádio e apresentações.

Secretário Ricardo Senna (Semagro)

Segundo o Secretário Ricardo, entre as ações estratégicas desenvolvidas no Governo Reinaldo Azambuja, estiveram em evidência e continuarão, o trabalho de desburocratização e modernização dos sistemas, que passam pelo serviço de defesa sanitária com especial atenção a qualificação da equipe. 

Ricardo comentou ainda que estuda a possibilidade de que este primeiro curso, que deverá ter início no segundo semestre de 2019, sirva como uma espécie de piloto e o modelo possa ser aproveitado em outros órgãos do Governo do Estado.

O Diretor Presidente da Iagro, resumiu o objetivo do projeto ao destacar a constante busca pelo aprimoramento das relações servidores/produtores e a necessidade de melhorar a qualidade da comunicação que se faz com os clientes da agência. “O produtor tem que enxergar no técnico da Iagro, um parceiro, um orientador e não apenas um agente fiscalizador e, é para isso que estamos levando aprimoramento neste setor para eles”.

A preocupação em cumprir com o plano para retirada da vacinação – que passa pela comunicação e pelo trabalho de orientação dos produtores através das visitas técnicas – também foi destacado pelo Diretor.

A assinatura de um acordo de cooperação técnica para execução de ação de ensino, pesquisa e extensão, com uma instituição como a IFMS, é para Terezinha, a realização de um sonho dela e da equipe da Educação Sanitária oficial.  

Terezinha discutindo detalhes o projeto com o Reitor

Segundo Terezinha, que coordena o setor no Estado, hoje Mato Grosso do Sul conta com um número reduzido de profissionais atuando e, com a qualificação oferecida nessa parceria, ela acredita que será possível, ainda no decorrer do curso, perceber significativas mudanças na atuação dos técnicos e um maior engajamento nas ações propostas pelo departamento. “Os técnicos receberão orientações de como abordar, e se comunicar com os produtores – seja num assentamento, numa grande propriedade – o que irá facilitar a disseminação das informações que a agência precisa repassar”.  Reforçou, comentando ainda que o curso será um grande ganho, principalmente na parte metodológica da educação sanitária.

Reitor do Instituto Federal de MS, Luiz Simão Stacszcazak

O Reitor do Instituto, Luiz Simão Stacszcazak, fez questão de destacar que a parceria com o Governo do Estado para atendimento do setor de defesa sanitária é inédita no País e que o planejamento deve seguir novas tendências de ensino. “Quando comemoramos 10 anos, começamos essa parceria com o Governo do Estado, nos sentindo honrados e na certeza de que muitas outras virão em seguida.  

IFMS e GOVERNO DE MS

O Instituto comemora este mês, dez anos de sua instalação em Mato Grosso do Sul, contando com o trabalho de 1,2 mil docentes e técnicos-administrativos em cinco polos espalhados pelo Estado. O plano de trabalho será elaborado de forma conjunta. As aulas e atividades propostas para o curso poderão acontecer tanto na estrutura do Instituto como na da Iagro.

Texto e fotos Kelly Ventorim

Publicado por: kventorim@semagro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.