Núcleo de epidemiologia veterinária

O Núcleo de Epidemiologia Veterinária acompanha as atividades de vigilância desenvolvidas e executadas por todas as áreas da Defesa Sanitária Animal, atividades das Unidades Regionais e Unidades Veterinárias Locais (UVLs), documentos técnicos, instruções e manuais de procedimentos, normas e instruções para a coleta de dados, bem como o trabalho dos dados recebidos dos escritórios para a orientação das equipes de campo.

A notificação de eventos adversos à sanidade animal faz parte do Núcleo de Epidemiologia, responsável por manter o registro atualizado das informações epidemiológicas, acompanhamento e compilação das Fichas Epidemiológicas Mensais, Informe Epidemiológico Semanal (sínteses das enfermidades dos animais, notificadas ao serviço de Defesa Sanitária Animal, durante o período de uma semana – domingo a sábado) e Sistema Continental de Informação e Vigilância Epidemiológica das Américas – SIVCONT.

A notificação consiste na comunicação da ocorrência de casos individuais, agregados de casos ou surtos, suspeitos ou confirmados, da lista nacional de doenças animais de notificação obrigatória que foi atualizada por meio da Instrução Normativa nº 50, de 24 de setembro de 2013.

Qualquer cidadão, organização ou instituição que tenha animais sob sua responsabilidade ou que tenha conhecimento de casos suspeitos ou casos confirmados de doenças animais, deve informar o fato ao IAGRO/MS.

A notificação imediata da ocorrência de suspeita ou casos confirmados de doenças animais deve ser apresentada a IAGRO através de contato direto (presencial em um dos escritórios locais do IAGRO) ou pelo telefone (0800-679120).

O importante é que a notificação chegue o mais rápido possível ao Serviço Veterinário Oficial.

Para Laboratórios, Universidades, Institutos de Pesquisa e Médicos Veterinários a notificação deve ser feita através do preenchimento do Formulário de notificação de suspeita ou ocorrência de doenças animais – Modelo formulário notificação obrigatória (FORM NOTIFICA).

O FORM NOTIFICA poderá ser entregue em um dos escritórios locais do IAGRO ou através de fax/e-mail para os respectivos escritórios do IAGRO – UVLs, em até 24 horas do conhecimento do caso (informações a respeito de telefones e e-mails das UVLs no endereço eletrônico http://www.iagro.ms.gov.br/).

Nos casos específicos de algumas doenças, além do uso do FORM NOTIFICA, caso haja colheita de amostra para diagnóstico laboratorial devem ser enviados ao Laboratório junto com as amostras os formulários próprios para registro da colheita, em casos de amostras para diagnóstico de Síndrome Nervosa (09_modelo-form_sn-versao-jan_2016-word2007 – FORM SN – Formulário Único de Requisição de Exames para Síndrome Neurológica), diagnóstico de AIE (11_Modelo_FORM_AIE_out_13_Word2007 – FORM AIE – Formulário de Requisição e Resultado de teste para AIE) diagnóstico de Mormo (12_Modelo_FORM_Mormo_out_13_Word2007 – FORM Mormo – Formulário de Requisição e Resultado de teste para Mormo).

Esses formulários (FORM-SN, FORM-AIE e FORM-Mormo) podem ser utilizados tanto para o Serviço Veterinário Oficial – SVO, como para Laboratórios, Universidades, Institutos de Pesquisa e Médicos Veterinários e possuem campo para preenchimento, conforme exemplo:

b) Outros: para uso de outros profissionais que não fazem parte do SVO e, portanto, não há preenchimento de FORM-IN. O profissional deverá informar NÚMERO SEQUENCIAL (que deve ser reiniciado a cada ano), ANO (formato de quatro dígitos) e a sigla da UF de localização do estabelecimento onde as amostras foram colhidas.

Numero sequencial

Para otimizar e padronizar da obtenção dos dados de ocorrência de doenças de notificação mensal a partir da informação de médicos veterinários privados, habilitados e RT’s, disponibilizamos o respectivo modelo de planilha da Ficha Epidemiológica Mensal para essas fontes de informação, que deverão entregar o documento em uma única UVL ou encaminhar através de fax ou e-mail epidemiologia@iagro.ms.gov.br  de forma a evitar duplicidade na compilação dos dados e informações.

A Ficha Epidemiológica Mensal – FEPI (ficha-epidemiologica-mensal-site) é o formulário para o envio mensal de informações sobre a ocorrência de doenças animais constantes na lista de doenças de notificação, nas categorias 2, 3 e 4.

No Núcleo de Epidemiologia também são compilados os Documentos de Trânsito Emitidos que fornece os dados referentes às Sínteses de Atividades Mensais de Trânsito de Bovinos e Bubalinos e de Trânsito de Outras Espécies (Equinos, Asininos, Muares, Ovinos e Caprinos), fornece as informações da movimentação de animais, dentro e fora do Estado, por finalidade (abate, aglomeração, cria engorda e cria reprodução) e por categoria (macho e fêmea).

Manuais:

  1. Manual de preenchimento exame síndrome neurológica
  2. Manual de preenchimento mormo e AIE
  3. Manual de preenchimento notificação de doenças animais

Núcleo de Epidemiologia Veterinária da IAGRO

Giuliana da Fonte Nogueira Avelino Duarte

Médica Veterinária e Fiscal Estadual Agropecuário

E-mail: epidemiologia@iagro.ms.gov.br

Telefone: (67) 3901-2722

Fax: (67)3901-2708