Comitê Estadual de Sanidade Avícola de MS se reúne e discute alterações propostas pelo MAPA para o setor

Campo Grande (MS) – Considerando normativas e alterações do MAPA voltadas ao setor avícola, o Comitê Estadual de Sanidade Avícola (Coesa) de Mato Grosso do Sul, realizou na ultima semana, uma reunião com representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/MS) e integrantes do segmento: avozeiro, matrizeiro, de frango de corte e postura comercial.

Logo no inicio da reunião, que aconteceu na sede da Superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em Campo Grande, sob o comando da fiscal federal agropecuária e responsável pelo programa de sanidade avícola do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), em Mato Grosso do Sul, Priscila Ferraz e da Fiscal Estadual da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), Janine Ferra Vieira Almeida, ocorreu a atualização da portaria que nomeia os membros do COESA, sendo feitas as substituições necessárias, já que alguns integrantes não atuam mais nas empresas do Estado.

Entre os temas em pauta, os mais debatidos foram a publicação da instrução normativa que altera o Registro de estabelecimentos avícolas comerciais, os informes mensais de doenças e vacinações, o monitoramento de salmonela (em função de adaptações feitas no sistema da e-Saniagro) a aplicação de instruções de serviço que tratam do monitoramento de salmonela e da Gestão de risco para granjas não registradas.

O debate sobre a obrigatoriedade de intervalo de 20 dias entre lotes em granjas não registradas recebeu decisão imediata. Na oportunidade a comissão resolveu dar inicio a cobrança dessa medida a partir de 1º de julho.

A realização de um workshop em sanidade avícola, que também oportunizará um encontro nacional de coordenadores estaduais do Programa Nacional de Sanidade Avícola (PNSA), também foi colocada em pauta e, muito bem recebida pelos participantes. 

Segundo Janine, a realização das reuniões do Comitê, que acontecem conforme demanda do setor, são cruciais para que as normas e exigências sejam amplamente debatidas e alinhadas a cada alteração proposta pelo MAPA e as duvidas sejam dirimidas.

Sobre o evento Janine adiantou que ele será voltado aos fiscais e profissionais que trabalham no setor, terá duração de cinco dias e deve acontecer na segunda quinzena de outubro ainda este ano.

Rubens falou da reativação da Câmara Setorial

O coordenador de Pecuária, da Semagro, Rubens Flávio Mello Correa, aproveitou o encontro para comentar sobre a reativação a Câmara Setorial da Avicultura, colocando-a a disposição de todos para encaminhamento de demandas.

 

Além dos representantes da indústria, e fiscais, também participaram da reunião a médica veterinária e Fiscal Estadual Agropecuário Tatiana Ichioka Ferreira, da equipe de Coordenação do Programa Nacional de Sanidade Avícola da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), Newton Silva e Luiz Felipe, Fiscais Federais agropecuários da SFA/MS.

Kelly Ventorim, Semagro/Iagro